O que devemos saber sobre os medicamentos?

(Maria Helena Fantinati)

medicamentos

Olá Pessoal!

Esta semana vou escrever sobre interações medicamentosas, um assunto bastante importante, uma vez que  o uso indevido de medicamentos é uma das principais causas de intoxicações graves.

As interações medicamentosas são  interferências que ocorrem quando dois ou mais medicamentos são administrados ao mesmo tempo, podendo causar a diminuição ou o aumento do efeito esperado, ou ainda o surgimento de efeitos indesejáveis.

Exemplos destas interações:

•  O efeito do anticoncepcional é reduzido quando consumido com um antibiótico.

•  A vitamina K inibe a resposta dos anticoagulantes orais.

•  O antiácido diminui a absorção dos medicamentos anti-inflamatórios.

• Os antibióticos, como a tetraciclina, têm seu efeito terapêutico diminuído  quando ingeridos  com antiácido.

  • Anticoagulantes podem causar hemorragia se utilizados com alguns antiinflamatórios, como o ácido acetilsalicílico.

Além da interação entre medicamentos, pode haver ainda outras interações, como:

  • Interação entre medicamentos  e o álcool
  • Interação entre  entre medicamentos e alimentos.

QUAIS SERAM OS RISCOS NO USO DE MEDICAMENTOS COM O ÁLCOOL?

As associações entre medicamentos com bebidas alcoólicas podem levar a efeitos indesejáveis  graves, inclusive com risco de morte porque o álcool tanto pode potencializar os efeitos de um medicamento quanto neutralizá-lo.

TENHA ESPECIAL ATENÇÃO NO USO DE ÁLCOOL  COM OS SEGUINTES MEDICAMENTOS:

  • Analgésicos, antipiréticos e antiinflamatórios: pode causar perturbações gastrointestinais, úlceras e hemorragias,
  • Antidepressivos: diminui os efeitos, pode aumentar a pressão sanguínea.
  • Antibióticos: pode causar náuseas, vômitos, dores de cabeça e até convulsões.
  • Antidiabéticos: pode causar severa hipoglicemia (baixa taxa de  glicose).
  •  Anti-histamínicos, tranqüilizantes, sedativos: pode intensificar o efeito de sonolência e causar vertigens.
  •  Antiepilépticos: a proteção contra ataques epilépticos é significativamente reduzida.
  • Medicamentos cardiovasculares: pode provocar vertigens ou desfalecimento, bem como redução do efeito terapêutico.

COMO OS MEDICAMENTOS PODEM INTERAGIR COM OS ALIMENTOS?

Em algumas situações, os medicamentos também interagem com alimentos.

Essas interações podem comprometer seriamente o tratamento, potencializando reações adversas ou diminuindo os efeitos terapêuticos dos medicamentos, ocasionando diversos prejuízos à saúde do usuário.

Alguns exemplos:

• O efeito da tetraciclinas pode ser anulado pela ingestão com leite.

• Os antiinflamatórios causam irritação no estômago, por isso devem ser administrados junto com as refeições.

• Alimentos gordurosos favorecem a dissolução da griseofulvina (antifúngico), aumentando sua absorção.

• A ingestão excessiva de açúcares em pacientes que fazem uso de antidiabéticos pode dificultar ou impedir a ação dos medicamentos.

  • Pacientes hipertensos (pressão alta) devem diminuir o uso de sal nos alimentos.

OS MEDICAMENTOS PODEM SER UTILIZADOS  JUNTO  COM PLANTAS MEDICINAIS?

Não. Nunca tome medicamentos com chás ou outros produtos à base de plantas medicinais, porque podem causar problemas sérios para o seu organismo.

Além disso, os chás em geral diminuem os movimentos do estômago, o que pode interferir no processo de absorção do remédio.

EXEMPLOS:

• O uso de medicamentos a base de Hipérico (Hypericum perforatum) junto a anticoncepcionais  pode diminuir sua atividade favorecendo a ocorrência de gravidez indesejada.

• O uso de Ginkgo (Ginkgo biloba) junto a varfarina ou ácido acetilsalisílico pode aumentar o efeito anticoagulante destes medicamentos, favorecendo a ocorrência de hemorragias.

  • O uso de chá ou infusão de feijão tremoço junto com medicamento antidiabéticos pode potencializar  o efeito e causar queda brusca da glicemia (hipoglicemia), podendo levar a coma ou óbito.

Portanto, muito cuidado ao usar um medicamento!

Devemos sempre tomar os cuidados necessários para não termos efeitos indesejáveis sobre  nossa saúde.

FONTE: ANVISA: O Que Devemos Sobre Medicamentos?

Um pensamento sobre “O que devemos saber sobre os medicamentos?

  1. Resistência a qualquer medicação.
    Tenho uma resistência enorme a qualquer medicação. Se tomar um ansiolítico ou hipnótico, demorará horas a fio para fazer efeito.
    Tenho Retocolite Ulcerativa, não sei até que ponto isto pode influenciar.
    NENHUM médico ou mesmo psiquiatra não conseguem estabelecer uma tratamento adequado. Nada “funciona”.
    Posso dormir muito pouco, mas quando chega as 22 hs meu corpo reage como se tivesse acabado de acordar.
    No fundo queria um estudo, um prognóstico mais próximo, porém continuo no vácuo.
    Alguma sugestão?!! Estou aberta à isto.

Escreva aqui

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s